O Encontro de Rosa Dainelli

Caso de aterrissagem de UFO e contato com seus tripulantes ocorrido em um pequeno vilarejo da região da Toscana, na Itália, em 1º de novembro de 1954.


Equipe CIPEX

Sumário:


 

 


Em Ufologia, honestidade é tudo. Ao copiar material deste site cite a fonte, assim como fazemos em nosso site. Obrigado!

 

Introdução

No dia 1º de novembro de 1954, entre 7:30 e 8 horas das manhã, Rosa Lotti Daineli, uma camponesa da região da Toscana, na Itália, foi protagonista de um contato imediato com tripulantes de um OVNI.

Na ocasião do contato, Rosa morava em uma casinha no meio de um bosque a aproximadamente 2 quilômetros do vilarejo de Cennina, próximo à Bucine. Era uma região isolada, na época. As estradas locais não eram asfaltadas e os meios de comunicação eram ainda precários.

O dia 1º de novembro era feriado e Rosa se dirigia à Igreja de Cennina para a missa das oito horas. Havia chovido e as estradas estavam enlameadas. Rosa tirou os sapatos e segui descalça, segurando os sapatos e as meias com uma mão e um ramalhete de flores com a outra. Por volta das 7:30 Rosa avistou um estranho objeto pousado no meio do bosque. Tinha a forma de dois fusos, um encima do outro.

Naquela época, haviam operários instalando os primeiros cabos de luz elétrica na região. Estes tinham equipamentos desconhecidos para Rosa. Entretanto a visão do estranho objeto causou muita estranheza à Rosa.

Rosa parou para espiar o estranho objeto e foi aí que observou dois estranhos seres saindo do objeto e se aproximando da testemunha. Estes seres eram pequeninos, com aproximadamente 1 metro de altura, muito sorridentes, e vestiam um uniforme cor marrom-escuro e capuz.

Ao chegar próximo à testemunha os pequenos seres sorriam e pronunciavam palavras estranhas à protagonista. Rosa pensou que fossem "comandantes estrangeiros" trabalhando para a Companhia Elétrica.

Um dos seres aproximou-se ainda mais de Rosa e pegou delicadamente seu ramalhete e em seguida uma das meias de Rosa Daineli. Depois dirigiu-se ao objeto, abriu uma portinhola e depositou-os ali dentro. Em seguida retornou até Rosa, desta vez com um objeto arredondado, de coloração marrom, aparentando ser revestido de couro. Rosa, ainda espantada com a situação solicitou que o estranho lhe devolvesse suas coisas. Em resposta o estranho apenas sorria. Após isso ele olhou para o estranho objeto e em seguida para Rosa, fazendo um gesto como que oferecendo o objeto à testemunha. Rosa, desinteressada no objeto continuava a solicitar que ele lhe devolvesse suas coisas e que ficasse com o estranho objeto.

Vendo que não teria suas coisas de volta Rosa simplesmente deu saiu dali rapidamente em direção à Igreja. Ao chegar no local Rosa contou o fato à algumas senhoras amigas suas que por sua vez contaram ao padre. Com isso o caso teve repercussão sendo noticias em diversos jornais italianos.



Retrato falado dos tripulantes vistos por Rosa Dainelli

Representação do contato de Rosa Lotti Dainelli

Local onde o contato ocorreu

Rosa Dainelli, aos 80 anos, apontando o local onde o caso ocorreu


Comentários (3)

Você está revendo: O Encontro de Rosa Dainelli
Sort
5/5 (2)
FacebookGoogle+Twitter
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarEmpty Star
euclides (sao paulo, Brazil) diz...
1986 era 19 horas estava 17 anos epoca como de costume pensei ir bar 30 metro da minha rua dia normal semana quinta feira al sai minha casa caminhando pela rua eu avistei coisa estranha 100 metro altura um objeto fora quadrada com luzes parado sem movimento no ceu passo 5 mintos objeto solto um vapor foi si dintaciando ate sumil de vez objeto muito bonito fiquei imprecionado tamanho grande e quadrado muito brilhoso parecia metal comentado na escola com amigo disse tambem ter visto este objeto ... Leia mais
1 November 2016 11.51
Gravatar
José Carlos Belchior (Itiúba-Bahia) diz...
Acho bem possível que os supostos alienígenas tenham se empenhado em copiar os trejeitos humanos, ou seja, o sorriso humano para terem mais chances de se aproximar mais facilmente dos terráqueos, não se sabe, contudo, os seus propósitos em relação à raça humana, uma vez que eles fazem isso há milênios e com toda a certeza existem neste mundo muitos seres híbridos, numa tentativa de melhorar a genética
13 June 2016 16.50
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
lucia maganini (são francisco de paula) diz...
acho fascinante este assunto. certa vez meu pai e minha mãe ao descer um morrinho que vem pra minha casa avistaram ao longe na serra uma enorme bola de fogo, parou por minutos e sumiu e meus pais era pessoas super idoneas. abraçoas
13 June 2016 16.49
Página 1 de 1

Adicionar Comentário

* Informação requerida
(não será publicado)
 
Bold Italic Underline Strike Superscript Subscript Code PHP Quote Line Bullet Numeric Link Email Image Video
 
Smile Sad Huh Laugh Mad Tongue Crying Grin Wink Scared Cool Sleep Blush Unsure Shocked
 
3000
 
Notifique-me de novos comentários via email.
 



Referências:

- Livros
  • DURRANT, Henry. Primeiras investigações sobre os humanóides extraterrestres. Tradução de Luzia D. Mendonça. São Paulo: Ed. Hemus,1980.
  • NOBILE, Peter. UFO, Triângulo das Bermudas e Atlântida - O que há de verdade. Tradução de Gilson Cesar Cardoso de Souza. Melhoramentos: 1979.

 


- Boletins
  • PEREIRA, Jader. Tipologia dos humanóides extraterrestres. Coleção Biblioteca UFO, nº 1, Março 1991.
  • B34 - Boletim da Sociedade Brasileira de Estudos de Discos Voadores - Edição 55-59
     

 


- Artigos de Revistas
  •  

 


- Documentos Oficiais
  •  

 


- Vídeos e Documentários

 


- Sites e Blogs

- Outros
  •