UFO Pousa em Base Aérea do Bacacheri, em Curitiba (PR)

Em 1977 ocorreu um interessante caso de pouso de um disco voador dentro das dependências da Escola de Especialistas da Aeronáutica, na época sediada na Base Aérea do Bacacheri. Os tripulantes do aparelho puxaram um avião Bandeirante para fora do hangar e fazem uma inspeção visual externa na aeronave


Por Carlos Alberto Machado - cipexbr@yahoo.com 

Sumário:


 

 


Em Ufologia, honestidade é tudo. Ao copiar material deste site cite a fonte, assim como fazemos em nosso site. Obrigado!

 

Introdução

Em 1977 um soldado de segunda classe que se encontrava de plantão avistou três estranhos objetos aproximando-se de um campo de futebol dentro da Aeronáutica. Um dos objetos com forma de disco voador desceu e dele saíram três seres humanóides, trajando uma espécie de macacão escuro permitindo-se que fossem visualizados apenas seus olhos. Os três foram em direção a um dos hangares onde se guardam aviões de pequeno porte, e retiraram um avião Bandeirantes, puxando-o para fora. Cautelosos observaram vários detalhes da carlinga do aparelho.

O soldado, naturalmente ficou paralisado com a visão e ainda meio sem ação tentou chamar a atenção de algum outro soldado de plantão que estivesse próximo ao local, para que também servisse de testemunha, mas os seres foram rápidos, retirando-se do local em seguida, abandonando o avião fora do hangar.

Retornando ao objeto levantaram vôo e desapareceram noite adentro. Em seguida o soldado reparou que na grama do campo onde pousaram com seu estranho objeto, existia uma marca circular queimada.

Na manha seguinte, depois que relatou o incidente o local do pouso e do hangar foi cercado por cordas de isolamento e seguranças da Policia da Aeronáutica, também conhecidos como PA, que receberam ordens para ninguém aproximar-se da área.

A grama foi imediatamente revirada e oficiais superiores pediram ao soldado que sob hipótese alguma, deveria mencionar o fato ocorrido naquela noite a qualquer pessoa. Porém, com o passar dos anos, o ex-soldado da Aeronáutica, participando de eventos do gênero, resolveu informar o ocorrido a grupos civis, quebrando seu silencia, pois, não achava justo que as pessoas a seu redor, não tivessem conhecimento do caso.

Adendo

23/06/2016

O visitante Alcindo Soares nos alerta para o fato de que na época, esta escola chamava-se Escola de Oficiais Especialistas e de Infantaria da Aeronáutica (EOEIG), que foi extinta no ano de 1983 para dar lugar ao CINDACTA II, que funciona no local até os dias atuais.

Agradecemos a informação!


Vista aérea do local do caso

Representação do momento em que os tripulantes do disco voador retiram um avião Bandeirante do hangar. Arte de Luiza Ribas

Avião Bandeirante, semelhante ao que estava armazenado no hangar, no momento do contato

Vista dos hangares e do local do pouso, em frente ao prédio onde a torre de controle está posicionada

Local onde o disco voador pousou

O CINDACTA 2 foi construído, anos depois, próximo ao local onde o disco voador

Hangares próximos à cabeceira da pista e da torre de controle do aeroporto do Bacacheri. O hangar cuja porta está aberta é o mesmo em que o avião Bandeirante estava guardado

Torre de controle do Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba (PR). O disco voador pouso logo a frente do prédio.
 
Torre de controle do Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba (PR). O disco voador pouso logo a frente do prédio.


Comentários (11)

Você está revendo: Pouso de um UFO em Base da Força Aérea Brasileira
Sort
5/5 (7)
FacebookGoogle+Twitter
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
Gisele (Ctba, Brazil) diz...
Ola a mesma situacao aqui me internaram are como louca .....com os relatos
18 January 2017 21.21
Gravatar
ALCINDO SOARES (MANAUS AM) diz...
Uma correção histórica. O local onde ocorreu o fato chamava-se EOEIG e não EEAR. EOEIG era a abreviatura do nome da Escola de Oficiais Especialistas e de Infantaria da Aeronáutica que foi extinta em 1983 para dar lugar ao CINDACTA II.
23 June 2016 12.10
Gravatar
jose antonio ferreira (são paulo capital) diz...
os discos voadores não são objetos solido saõ energia ante materia.. mais são real isso mesmo eles embreve entrarão em contato. com os umanos.....
23 June 2016 12.07
Gravatar
Toninho Vaz (Curitiba) diz...
Eu acredito que algumas pessoas tem mais facilidade ou percepção de fatos anormais talvez ate por estarem mais atentas ao seu redor. Ja tive experiencia com avistamentos de longa e pequena distancia e sei que isso ja faz parte de nosso convivio diario e que e apenas uma questão de tempo par todos saberem a verdade. Um abraço a todos. Toninho/Curitiba
23 June 2016 12.04
Gravatar
Luiz (Marília) diz...
Há com toda certeza muitos contatos ufológicos, porém desacreditados, sou testemunha de vários fatos, parece que sou privilegiado nesse sentido, mas perfiro ficar calado, pois há muitas críticas negativas sobre a pessoa que relata fatos do gênero. Afirmo que desde minha infância sou privilegiado em varias regiões onde morei. Tal fato deve ser a observação e facício pelo universo noturno, onde com certeza tem maior probabilidade de constatar tais fatos.
23 June 2016 12.00
Página 2 de 3

Adicionar Comentário

* Informação requerida
(não será publicado)
 
Bold Italic Underline Strike Superscript Subscript Code PHP Quote Line Bullet Numeric Link Email Image Video
 
Smile Sad Huh Laugh Mad Tongue Crying Grin Wink Scared Cool Sleep Blush Unsure Shocked
 
3000
 
Notifique-me de novos comentários via email.
 



Referências:

- Livros
  •  

 


- Boletins
  •  

 


- Artigos de Revistas
  •  

 


- Documentos Oficiais
  •  

 


- Vídeos e Documentários

 


- Sites e Blogs
  •  

 


- Outros