Caso Mundrabilla

Caso Mundrabilla

Caso de avistamento de UFO luminoso durante viagem, com diversos vestígios físicos, ocorrido em 20 de janeiro de 1988, em Mundrabilla, Austrália.


Por Jackson Luiz Camargo

Sumário:


 

 


Em Ufologia, honestidade é tudo. Ao copiar material deste site cite a fonte, assim como fazemos em nosso site. Obrigado!

 

Introdução

Na manhã de 20 de janeiro de 1988, Faye Knowles, sua esposa e seus filhos Patrick (24 anos), Sena (21 anos) e Wayne (18 anos), viajavam de carro, através de um rodovia na planície Nullarbor. Por volta das 4 horas da madrugada, a família trafegava entre Madura e Mundrabilla, tendo Sean ao volante, e Patrick no banco do passageiro. Em dado momento, uma luz intensa surgiu logo a frente do veículo na estrada. Impressionado com o avistamento o motorista perguntou ao irmão se aquilo seria uma espaçonave. Patrick rejeitou a idéia. Ainda impressionado com a experiência, Patrick tentou aproximar-se da estranha luz para observar melhor. A aproximadamente 20 metros de distância da luz, um objeto em forma de ovo, intensamente iluminado, cruzou a frente do veículo chegando muito próximo ao solo. Instintivamente Sean desviou o carro para evitar uma colisão com o objeto, mas quase batendo em uma caminhonete que vinha em sentido contrário.

O estranho objeto circulava ao lado direito do carro da família Knowles e aparentemente seguiu a caminhonete que passava em sentido contrário. Sean resolveu seguir o OVNI, mas desistiu em seguida, retomando a viagem. Logo depois, todos ouviram um barulho forte, como se fossem pancadas no veículo, ao mesmo tempo em que o carro parecia estar pesado. Logo em seguida, o veículo foi aparentemente suspenso um pouco acima da estrada.

A senhora Knowles abriu a janela e colocou sua mão sobre o teto do veículo. Ela sentiu algo macio, elástico e levemente quente. Ao recolher a mão percebeu que ela estava suja de um pó muito fino, escuro e que exalava um cheiro fétido semelhante à de carne em decomposição. Isso assustou a todos dentro do veículo.

Em seguida, todos ouviram um ruído intenso vindo da parte de cima do veículo. Os dois cães da família entraram numa espécie de frenesi, ao mesmo tempo em que tudo tornou-se lento e distante para todos os passageiros. Nenhum dos passageiros sabe determinar quanto tempo seu carro permaneceu no ar ou quanto durou o estado alterado de consciência. Apenas lembram-se que o veículo foi recolocado novamente na estrada com uma certa violência a ponto de estourar o pneu traseiro. Sean imediatamente guiou o carro até o acostamento onde todos saíram e esconderam-se em arbustos próximos onde permaneceram por alguns minutos. Após verificar que o objeto havia ido embora, eles trocaram o pneu do carro e seguiram até a cidade mais próxima. Ao chegar em uma parada encontraram um caminhoneiro, chamado Graham Henley, que dirigia pela estrada quando avistou um objeto voador emitindo luz intensa pelo espelho retrovisor. O objeto permaneceu visível por aproximadamente 5 minutos. Todos examinaram o carro, identificando quatro travessões no teto, danos no pneu a a fina poeira negra, tanto dentro quanto fora do veículo. Em seguida todos retornaram ao local do avistamento onde descobriram marcas de derrapagem, pegadas e sinais que batiam com o relato da família Knowles.

A família seguiu viagem, chegando à Ceduna, onde prestaram depoimentos à polícia local, que confirmou o choque emocional nas testemunhas. Também verificaram o veículo constatando as estranhas marcas e a presença da fina poeira escura. Pesquisadores do UFO Research South Australia, iniciaram imediatamente uma investigação do caso. Entretanto, a pesquisa foi prejudicada pela mídia sensacionalista que restringiu acesso às testemunhas e posicionou-se como donos do caso, dificultando qualquer pesquisa objetiva por parte dos ufólogos. Estes veículos de informação divulgaram posteriormente que não havia amostras de poeira significativas para uma análise. Entretanto, ufólogos conseguiram amostras significativas que foram enviadas para análises em laboratório. A análise revelou diferenças substanciais entre as amostras de poeira de dentro e de fora do veículo. Entretanto, em ambos os caso nada de anormal foi detectado.


Representação do Caso Mundrabilla

Trecho da estrada onde aconteceu o incidente

Roadhouse onde a família parou pouco depois do contato

Família Knowles

Carro da família após o episódio


Comentários

Sem comentários.

Adicionar Comentário

* Informação requerida
(não será publicado)
 
Bold Italic Underline Strike Superscript Subscript Code PHP Quote Line Bullet Numeric Link Email Image Video
 
Smile Sad Huh Laugh Mad Tongue Crying Grin Wink Scared Cool Sleep Blush Unsure Shocked
 
3000
 
Notifique-me de novos comentários via email.