Caso Vanderlei

Jovem é abduzido na zona rural de Pinhão (PR), em janeiro de 1990. Meses depois, em Curitiba (PR) ocorre nova experiência ufológica.


Por Jackson Luiz Camargo

Sumário:


 

 


Em Ufologia, honestidade é tudo. Ao copiar material deste site cite a fonte, assim como fazemos em nosso site. Obrigado!

 

Introdução

Em 12 de janeiro de 1990, um garoto que chamaremos de Vanderlei, saiu da casa de sua avó, situada na zona rural do município de Pinhão, no interior do Estado do Paraná. Era noite, e como em todas as casas da região o banheiro ficava do lado de fora da casa, há uns 20 metros de distância. Devido à escuridão do lugar, a região não possui energia elétrica e ele andou alguns metros até a frente da casa. Sua avó ficou na varanda aguardando o retorno do neto. Após terminar de urinar ele se virou para voltar à casa. Neste instante ele observou uma esfera dourada flutuando sobre a casa. Ela tinha aproximadamente 4 metros de diâmetro, era dourada e tinha aparência metálica. Vanderlei assustou-se com a presença do objeto e tentou correr para casa. Neste momento ele sentiu-se paralisado, sem conseguir dar nenhum passo e nem proferir nenhuma palavra. Vanderlei só lembra de ter visto o objeto acelerar em direção ao céu e desaparecer.

No mesmo ano, no mês de outubro de 1990, Vanderlei estava dormindo em seu quarto, num apartamento no centro de Curitiba. Ele acordou no meio da noite, e olhou na direção da porta do quarto.Vanderlei observou no quarto escuro três vultos claros que permaneciam observando-o. Um deles se aproximou e Vanderlei sentiu um calafrio em todo o corpo e ficou novamente paralisado. Logo depois ele conseguiu se soltar, virando rapidamente para o outro lado e dormindo em seguida.

No período em que Vanderlei morou neste apartamento, ele sempre teve um sonho repetitivo em que estava descendo a escadaria do prédio, durante a noite, correndo e fugindo de algo que voava pela escada. O sonho termina quando em dado momento ele não consegue mais correr e perde suas forças.

Em outra ocasião, no ano 1997, ele (morando em outra casa) sonhou que acordou no meio da noite e abriu a porta do quintal. Lá havia um objeto luminoso, flutuando sobre o quintal. O sonho termina neste ponto. No dia seguinte, seu pai falou que alguém na casa teria aberto a porta à noite, visto que ele mesmo foi o último a se deitar a fechou a porta.

A Hipnose

Em outubro de 2000, o hipnólogo Mário Nogueira Rangel realizou a hipnose em Vanderlei. Ele foi regredido até a data em ocorreu a experiência no sítio, em 1990. Através da hipnose foi constatado um evento de abdução. Ele recordou-se que ao se voltar para a casa sentiu-se paralisado. Do objeto foi emitido um raio de luz branca, que parecia ter consistência. Ele foi elevado até uns 10 metros de altura sendo que ele pôde ver o telhado da casa, e as árvores a seus pés. A sua frente estava o objeto flutuando. Ele lembrou-se que o objeto era esférico, tinha janelas redondas e uma porta. Na porta do objeto havia um ser. Muito rapidamente ele entrou flutuando no objeto. Ele não viu o ser que estava na entrada, mas sabia que ele estava lá. Dentro do objeto esférico havia um outro ser, que estava atrás de Vanderlei. Após alguns segundos uma porta se abriu à sua frente. Ele não sentia seus pés tocando o chão do objeto. Sentia apenas calor. Durante a regressão observou-se que Vanderlei transpirava. Tal efeito é psicológico pelo fato da testemunha "reviver" a experiência durante a hipnose. Ele passou flutuando por esta porta. Havia um corredor à esquerda, por onde ele foi levado. Havia dois seres, atrás de Vanderlei. Até aquele momento ele não havia visto o rosto dos tripulantes do objeto. Ao final do corredor havia uma sala onde ele foi colocado. Nesta sala não havia nenhuma janela. Ao redor da mesa havia algumas estruturas estranhas. Eram de cor parda e circundavam a mesa. Ele foi colocado nesta mesa e foi aí que viu o rosto do ser pela primeira vez. Ele começou a chorar e soluçar. Os seres eram baixos, cabeça grande, desproporcional ao corpo, com olhos grandes e negros, boca quase invisível. Eles tinha quatro dedos que pareciam ásperos e úmidos ao toque. Então ele foi examinado pelos tripulantes que eram em número de três. Durante o exame foram examinados os dedos e os braços de Vanderlei. Um dos seres cutucou a orelha esquerda de Vanderlei. Nas suas costas houve uma raspagem das omoplatas. Após o exame ele foi levado a uma sala escura onde ele observou imagens estranhas. Dentre estas imagens a que mais lhe chamou a atenção foi a de um rosto humano, de alguém que ele não conhece. Após a passagem por esta "sala escura" ele foi devolvido no mesmo local de onde foi pego. Interessante que ao sair do objeto voltou a sentir frio a ponto de tremer durante a regressão. Após este fato avançamos até o episódio ocorrido no centro de Curitiba. Ele lembrou-se da presença dos seres no quarto mas não foi possível avançar mais. Vanderlei foi retirado da hipnose pelo hipnólogo Mário Rangel. Segundo Rangel, o caso tem grandes chances de ser autêntico, sendo incluído no livro Seqüestros Alienígenas - Investigando Ufologia com e sem hipnose, que pode ser adquirido no site da Revista UFO (www.ufo.com.br).

Ao todo foram realizadas duas hipnoses regressivas em Vanderlei. A segunda hipnose foi acompanhada pela pesquisadora Gilda Moura que também auxiliou no processo hipnótico.



Comentários (1)

Você está revendo: Caso Vanderlei
Sort
5/5 (1)
FacebookGoogle+Twitter
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
sigfried (curitiba) diz...
quando eu era criança eu tambem vi um vulto branco na porta de meu quarto. e como eu me assustei fui dormir com a minha mae. eu me lembro q nao conseguia dormir e vi o vulto branco de novo.sera q era um et?<br />ps: siegfried é um pseudonimo.
24 June 2016 14.01
Página 1 de 1

Adicionar Comentário

* Informação requerida
(não será publicado)
 
Bold Italic Underline Strike Superscript Subscript Code PHP Quote Line Bullet Numeric Link Email Image Video
 
Smile Sad Huh Laugh Mad Tongue Crying Grin Wink Scared Cool Sleep Blush Unsure Shocked
 
3000
 
Notifique-me de novos comentários via email.
 



Referências:

- Livros
  • RANGEL, Mario. Sequestros Alienígenas - Investigando Ufologia com e sem hipnose. CBPDV, 2001.

 


- Boletins
  •  

 


- Artigos de Revistas
  •  

 


- Documentos Oficiais
  •  

 


- Vídeos e Documentários

 


- Sites e Blogs
  •  

 


- Outros
  •