A Arte Como Meio de Registro de Fatos Ufológicos

Coletânea de imagens e produções artísticas representando fatos ufológicos ao longo da história.


Por Equipe CIPEX

Sumário:

 

 

Em Ufologia, honestidade é tudo. Ao copiar material deste site cite a fonte, assim como fazemos em nosso site. Obrigado!

 

Introdução

Desde a pré-história, o homem registrou artísticamente fatos de seu cotidiano. Representou seus deuses, os fenômenos da natureza, cenas de caça, hábitos, danças, rituais, datas importantes, acontecimentos sociais, etc. Avistamento de UFOs e contatos com tripulantes também foram registrados, muitas vezes sendo associados à eventos religiosos ou sobrenaturais de acordo com o conhecimento e cultura de cada povo.


 

Antiguidade

- 1 milhão de anos a.C.
- Antigüidade da pequena estátua de 2 cm feita em argila, encontrada em 1889 no povoado de Nampa, Idaho, nos Estados Unidos, a uma profundidade de 90 metros. Segundo resultados de análises de laboratório, esta peça teria entre 1 e 2 milhões de anos. Apesar da idade do artefato os cientistas acreditam que a estatueta tenha sido trazida com colonizadores americanos por volta de 1600 d.C.. Eles não conseguem explicar como esta figura foi parar a 90 metros abaixo do solo.


 

 

- 20 mil anos a. C.
- Antigüidade de um petróglifo investigado pelos irmãos Leyland, na Austrália, onde aparece claramente um indivíduo vestindo um capacete e uma roupa com zíper frontal, saindo do interior de um objeto esférico com tripé.


 

- 20 mil anos a.C.
- A Antigüidade das pinturas encontradas nas cavernas de Altamira, próximas à região de Santillana dei Mar, em Santander, na Espanha, em cujo interior foram identificados desenhos que fazem pensar em discos voadores. (abaixo).


A figura acima é encontrada na caverna de Altamira, Santander, Espanha.

 

- 12 mil anos a.C.
- Antigüidade dos petróglifos de Val Camonica, na Itália. voadores" trouxeram do céu a raça dos dropas.
 


As imagens acima foram obtidas em Val Camonica, na Italia. Na primeira, observa-se um objeto luminoso acima da representação de um ser humano. Na segunda, temos uma coletânea de imagens de cunho ufológico. Na terceira, dois estranhos personagens com capacetes.
 

 

- 10 mil anos a. C.

- Antigüidade dos 716 discos de pedra com inscrições achados na região de Baian-Kara-Ula, no Tibete, descobertos em 1938 pelo arqueólogo dr. Chi-Pu-Tei e pesquisados em 1962 pelo investigador chinês dr. Tsum-Um-Nui, da Universidade de Pequim. De acordo com as lendas dos ham, moradores da fronteira entre a China e o Tibete, misteriosos navios.


Um dos discos de Baian-Kara-Ula
 

 

- 10 mil anos a. C.

- Antigüidade das pinturas rupestres das Wondjinas encontradas nas regiões de Kimberley, na Austrália, pesquisadas desde 1838.
 

    
Acima algumas imagens rupestres dos Wondjinas. Segundo os aborígines australianos seriam seres do céu que desceram à Terra para ensinar os homens tendo retornado aos céus posteriormente. 
 


- 8 mil anos a. C.
- Antigüidade das pinturas rupestres encontradas nas cavernas de Varzelândia, em Minas Gerais, no Brasil; cujas imagens apresentam discos voadores e esquemas do sistema solar.


       
Algumas imagens das figuras encontradas em Varzelândia (MG)


- 7 mil anos a. C.
- Antigüidade das mais de 5 mil pinturas rupestres encontradas na região de Tassili, no Saara argelino, na África, pesquisadas pelo investigador francês Henri Lhote. Uma das imagens mostra um grupo de mulheres sendo conduzidas à um objeto esférico luminoso por um ser com cabeça redonda. Este ser está unido à esfera luminosa através de uma espécie de cordão umbilical. Abaixo duas imagens obtidas em Tassili.

 
Algumas das pinturas rupestres de Tassili

 

 

Idade Média

1338

Nesse ano é publicado o Le Livre des Bonnes Moeurs, por Jaques Legrand. Neste livro, temos uma gravura retratando cenas da Idade Média, tendo ao fundo um objeto voador circular suspenso no céu.


Página do Le Livre des Bonnes Moeurs, de Jacques Legrand, com a gravura com um UFO.

 

1350

Um afresco encontrado no monastério Visoki Decana, em Kosovo, mostra a crucificação de Jesus Cristo.  Na pintura pode-se notar a existência de objetos voadores. Dentro dos objetos voadores pode-se notar a existência de pessoas que mexem em algum tipo de controles.


Afresco no Monastério de Visoki Decana, em Kosovo. Notam-se os dois objetos voadores tendo um homem a bordo de cada um deles.

 

Renascimento

1422

Na Itália, é observado um misterioso objeto no céu. Mais tarde, o pintor italiano Fillippo Lippi pinta um quadro em que se observa  uma mulher e ao fundo um pastor observando um objeto discóide.

 
Pintura renascentista de Filippo Lippi. Observa-se Nossa Senhora, com o menino Jesus, tendo ao fundo um objeto voador intensamente luminoso e um homem com a vista ofuscada. Ao lado dele, um cachorro late para o objeto.
 

 

1486

A pintura A Anunciação, de Crivelli,  representa a Virgem Maria sendo iluminada pelo Espírito Santo. Um raio de luz parte de um objeto de formato discoidal suspenso no céu e passa pela Pomba (que representa o Espírito Santo).


Pintura de Carlo Crivelli, chamada de A Anunciação. Observa-se um objeto voador em forma de disco, suspenso no ar, emitindo um facho de luz que atinge Nossa Senhora. Observe que tal objeto possui detalhes estruturais, sendo bem diferente das demais nuvens presentes na gravura.
 

 

1538

Neste ano é pintada a Triumful Verni, tapeçaria belga, onde temos um cenário medieval com quatro discos voadores ao fundo.


Tapeçaria contendo quatro objetos voadores em forma de disco, suspensos no ar.

 

1561

Em 14 de abril, são observados várias esferas e discos pelos céus de Nuremberg, na Alemanha. Estas observações se estenderam até setembro de 1571.


Gravura de livro antigo, representando os eventos de Nuremberg, em 1561.


 

1566

Em 7 de agosto, vários objetos esféricos sobrevoam, em alta velocidade,  a região de Basiléia, na Suíça.


Gravura antiga, representando os eventos ocorridos na Suíça, em 1566.

 

1598

Neste ano, Buenaventura Salimbeni, trabalha na pintura do altar da igreja de São Pedro, na localidade de Montalcino, próximo à Siena, Itália. Nesta pintura, observa-se imagens de Deus e Jesus, juntamente com um objeto extremamente semelhante a um satélite Sputnik.


Quadro de Buenaventura Salimbeni representando a Santíssima Trindade, tendo ao centro um objeto circular, aparentemente metálico e com detalhes estruturais.

 

1660

Almirante Blaeu relata, em seu livro Theatrum Orbis Terrarum, o avistamento de discos brilhantes sobre o Mar do Norte.


Gravura presente no livro Theatrum Orbis Terrarum, do Almirante Blaeu, referente aos seus avistamentos no Mar do Norte.


1680

Um medalhão francês, feito em 1680, temos uma paisagem, nuvens e um disco voador clássico no centro da figura.


Moeda francesa com representação de evento ufológico.
 

 

1697

Vários objetos voadores de formato circular são observados sobre a cidade de Hamburgo, Alemanha.


Gravura antiga representando os eventos ocorridos em Hamburgo, no ano de 1697.

 

 


Comentários

Sem comentários.

Adicionar Comentário

* Informação requerida
(não será publicado)
 
Bold Italic Underline Strike Superscript Subscript Code PHP Quote Line Bullet Numeric Link Email Image Video
 
Smile Sad Huh Laugh Mad Tongue Crying Grin Wink Scared Cool Sleep Blush Unsure Shocked
 
3000
 
Notifique-me de novos comentários via email.
 

Referências:

- Livros
  • Eram os Deuses Astronautas? -- Erich von Daniken
  • Extraterrestres na História -- Jacques Bergier
  • A Bíblia e os Discos Voadores -- Fernando Cleto Nunes Pereira
  • MISTÉRIOS DO DESCONHECIDO. O Fenômeno OVNI. Rio de janeiro: Time-Life Livros,1993.

 


- Boletins
  •  

 


- Artigos de Revistas
  •  

 


- Documentos Oficiais

 


- Vídeos e Documentários

 


- Sites e Blogs

- Outros