Caso Antônio Nelso Tasca - A Investigação

Antônio Nelso Tasca passa por uma abdução em 14 de dezembro de 1983. Após a experiência, ele descobre um ferimento indolor em suas costas.
Você está aqui:
Página Inicial >> Casos Ufológicos >> Caso Antônio Nelso Tasca - A Investigação

Página 1 - Resumo do Caso


Página 2 - A Investigação


Página 3 - O Ferimento


Equipe CIPEX

Sumário:


 

 


Em Ufologia, honestidade é tudo. Ao copiar material deste site cite a fonte, assim como fazemos em nosso site. Obrigado!

 

Introdução

Logo após o reaparecimento de Tasca, iniciou-se a investigação do caso. Um dos primeiros a investigar o caso foi o ufólogo Daniel Rebisso Giese, então presidente do Centro de Investigação e Pesquisa Exobiológica (CIPEX). Em sua investigação, o ufólogo produziu um minucioso relatório do caso, interrogou o protagonista, buscando falhas em seu depoimento, e visitando os locais associados ao fato. Posteriormente, o ufólogo Walter Karl Bühler, da SBEDV, foi até Chapecó, onde entrevistou Antonio Nelso Tasca e seus familiares. Ele também esteve nos locais de sequestro e devolução, associados ao caso, onde realizou medições de eletromagnetismo e radioatividade, além de obter diversas fotografias. Através desta pesquisa, Buhler descobriu que duas pessoas, em pontos próximos ao local do sequestro, avistaram um objeto voador luminoso, no mesmo horário em que ocorreu o sequestro.

Parte do relatório de sua investigação foi publicado no Boletim da SBEDV, edição 158/161, que transcrevemos a seguir:

"Foi-nos gratificante, no começo de uma noite, privarmos de momentos com a grande e alegre família de três gerações dos Tasca, uma dúzia ou dúzia e meia de pessoas. Todas elas rindo e falando ao mesmo tempo, característica do gênio afável de descendentes de italianos, reunidos no centro ocupado por jardim entre suas casas, lá no bairro do Palmital, em Chapecó (SC).

Procuramos entrevistar ainda as duas moças na empresa "EDIBA". Contudo não tivemos sorte em ambas as tentativas nossas, quando elas faltaram ao escritório. Aconteceu assim também, com mais duas pessoas que, de longe, teriam avistado objeto luminoso na hora e direção onde se deu o sequestro e respectiva volta de Tasca à Terra. Na ocasião, ignoramos que teríamos de indenizar antecipadamente a diária dessas humildes pessoas, diaristas de trabalho no campo.

Entretanto, foi especialmente gratificante para nós a pesquisa no carro de Tasca. Queríamos saber se o veículo havia sofrido indução magnética, como é comum em peças de aço de nossas máquinas quando expostas aos intensos campos eletromagnéticos com os quais os discos voadores parecem servir-se em sua locomoção. Assim, as palhetas dos limpadores de pára-brisas do carro de Tasca acusaram 5 Gauss e, um tanto, os pára-choques dianteiro e posterior. Todavia, curioso para nós foi observar a inversão, negativo e positivo, do lado direito e o respectivo esquerdo. E, da mesma forma, houve entre o pára-choque posterior e o anterior, quando comparados os valores do mesmo lado. Uma vez que acusasse também magnetismo de 5 Gauss um cabo de aço cravado no chão, com a finalidade de dar apoio a poste de alta tensão, e que teria ficado em local próximo ao objeto voador, vaticinamos "a posteriori" que o aparelho, a uns 30 metros do carro de Tasca, posteriormente tenha sobrevoado o automóvel, para causar imantação de mesma intensidade que o cabo de aço; que se encontrava muito mais perto do disco voador.

Foram ainda os filhos de Tasca e este em pessoa quem, em Chapecó, nos descreveram o defeito na ignição do carro da testemunha. Antes, eram exigidas várias tentativas, até dez ou mais, para se conseguir pôr o motor em movimento. Todavia, após o evento ufológico, durante dois dias o motor imediatamente respondia certeiro à primeira tentativa. Mas do terceiro dia em diante ressurgiu o velho defeito. Ainda em contato com o magnetômetro de Pierrejaquet, a fivela e grampo do cinto de Tasca, assim como a pulseira do relógio usado no episódio ufológico, acusaram imanização de aproximadamente dois Gauss e meio".


Tasca, auxiliado por um de seus familiares, procuram por possíveis distúrbios magnéticos em seu carro, em fotografia obtida pelo ufólogo Walter Buhler, da SBEDV.

Vestígios de interferência eletromagnética gerada pela presença do OVNI no local do sequestro de Tasca. Na fotografia acima, a bússola girava continuamente no sentido anti-horário.

Vestígios de interferência eletromagnética gerada pela presença do OVNI no local do sequestro de Tasca. Na fotografia acima, o magnetômetro de Perrin-jaquet indicando 5 Gauss.

Conheça este caso mais detalhadamente acessando nosso menu abaixo:

Resumo do Caso
Conheça os detalhes do caso Antônio Nelso Tasca

A Investigação
A SBEDV investigou o caso, descobrindo novos detalhes

O Ferimento
Um dos detalhes mais interessantes do Caso Tasca é a estranha cicatriz que surgiu em suas costas por ocasião da abdução

A Hipnose Regressiva
Trechos de uma das sessões de hipnose de Antônio Nelso Tasca

Antônio Nelso Tasca, em Entrevista
Antônio Nelso Tasca, em entrevista ao repórter Ivo Luis Dohl

Galeria de Imagens do Caso
Galeria com fotos, desenhos e croquis relacionados ao caso


Comentários (15)

Você está revendo: Caso Antônio Nelso Tasca
Sort
5/5 (11)
FacebookGoogle+Twitter
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
Ivo Hugo Dohl (Xanxerê, Brazil) diz...
Em nome de Antonio Nelso Tasca, posso afirmar que seu relato jamais mudou alguma letra. Tasca foi sim levado e incumbido dessa mensagem, que hoje se faz atual. Como ele me disse: "Defendo a unha e dentes, não só a existência das naves, dos discos voadores, mas principalmente quem os conduz, dos seres extraterrestres que existem sim, e querem nos ajudar". Estive com ele em 2006, quando concedeu essa entrevista, em Ronda Alta. Posso dizer que sinto falta desse amigo encarregado dessa ... Leia mais
12 September 2016 07.42
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
Julio Castro (Cuiaba) diz...
Sugiro que leiam sobre os Homens Peixes da Doutrina do Vale do Amanhecer, antes de tomarem qualquer partida sobre o incidente causado a este nosso irmão. Obviamente ele sofreu essa abdução temporária para efeito dos testes do mundo negro (mundo dos não evoluídos espiritualmente e que se encontram também no MAR)sobre a procriação deles com o Homem. Me respondam e analisem, porquê essa entidade transou com ele? Na história Teologica, ou até mesmo Bíblica, há relatos de que alguma ... Leia mais
23 July 2016 08.19
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
Rowan (João Monlevade, Brazil) diz...
Existiu sim entidades que tiveram relação com os Humanos, "Como se foram multiplicando os homens na terra, e lhes nasceram filhas, vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas, tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhes agradaram”. (Gn 6.1-2)
5 September 2018 15.21
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
Johnathan de M. Fernandes (Natal RN) diz...
Leio muito sobre casos ufologicos, tenho pretenções em futuramente tornar-me um ufólogo e tenho a seguinte opnião sobre o caso: é um dos casos mais extraordinários do brasil, e tal caso bate também com o "arquivo lacerta" q foi mais recente. A mensagem descrita por Calaba é importante para fazer-nos refletir diante nossa situação global, principalmente onde ela diz, indiretamente, para cuidar-mos melhor do planeta, pois é ele q nosda nossa sustentação diaria e sem seus ... Leia mais
9 July 2016 11.50
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
Edevald (São José do Rio Preto SP) diz...
Interessante, será o nome Cabala dito pela entidade como se referindo a Cabala Judaica? Teria ela algum envolvimento com a criação da vida na Terra de acordo com o desenho da Cabala?? Olhem aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cabala
4 July 2016 10.32
Página 3 de 3

Adicionar Comentário

* Informação requerida
(não será publicado)
 
Bold Italic Underline Strike Superscript Subscript Code PHP Quote Line Bullet Numeric Link Email Image Video
 
Smile Sad Huh Laugh Mad Tongue Crying Grin Wink Scared Cool Sleep Blush Unsure Shocked
 
3000
 
Notifique-me de novos comentários via email.
 



Referências:

- Livros
  • BULHER, Walter e PEREIRA, Guilherme. O Livro Branco dos Discos Voadores. Petrópolis: Ed. Vozes, 1983.

 


- Boletins
  • Boletim da Sociedade Brasileira de Estudos de Discos Voadores -- nº 155/157
  • Boletim da Sociedade Brasileira de Estudos de Discos Voadores -- nº 158/161

 


- Artigos de Revistas
  •  

 


- Documentos Oficiais
  •  

 


- Vídeos e Documentários

 


- Sites e Blogs

- Outros
  •