O Caso da Escola Ariel

Este caso, considerado um dos melhores casos de contato imediato da história da Ufologia, ocorreu em 16 de setembro de 1994 e envolveu 62 crianças de várias raças e etnias, que testemunharam um espetáculo extraordinário. Elas encontravam-se brincando no parquinho da Escola Ariel, na pequena comunidade agrícola de Ruwa, Zimbábue. Os estudantes, com idades variando entre 5 e 12 anos, descreveram e desenharam o mesmo cenário: uma frota de UFOs, um dos quais desceu ao solo próximo à escola e dois “pequenos homens cinzas, com pescoços finos e grandes olhos” que alertaram uma criança sobre cuidados com o planeta.


Por Jackson Luiz Camargo

Sumário:


 

 


Em Ufologia, honestidade é tudo. Ao copiar material deste site cite a fonte, assim como fazemos em nosso site. Obrigado!

 

Introdução

Em 1994 ocorreu um dos mais impressionantes casos de pouso de UFO e avistamento de tripulantes da história da Ufologia. O caso ocorreu em Ruwa, Zimbábue, e envolveu 62 crianças, alunos da escola Ariel na manhã de 16 de setembro, quando 62 crianças, com idades variando entre 7 e 12 anos, observaram três estranhos objetos prateados sobrevoando a região. Dois deles desapareceram e o objeto restante pousou próximo à escola, a 100 metros de distância dos estudantes. Na parte superior deste objeto aparece um pequeno ser, com olhos grandes e negros, com aproximadamente um metro de altura e que se movia de maneira incomum. O pequeno homem, que foi descrito como tendo um pescoço magro e longos cabelos negros, andou um curto caminho pelo chão em direção aos estudantes. Quando notou as crianças, ele desapareceu e reapareceu na parte de trás do objeto. O objeto, em seguida, decolou e desapareceu.

As crianças menores, começaram a chorar, em pânico, acreditando tratar-se de um Tokoloshi, espécie de demônio devorador de crianças, presente no folclore local. Outras crianças correram pedindo ajuda à atendente da cantina que, por medo de deixar a cantina abandonada, permaneceu no local.

Algumas crianças experimentaram uma comunicação telepática com o tripulante do objeto, que projetou imagens de destruição do planeta na mente destas jovens testemunhas.

Conheça detalhes sobre o caso nos links abaixo:

O Avistamento da Escola Ariel
Conheça os detalhes do avistamento de 16 de setembro de 1994

A Investigação de Cynthia Hind
Conheça os detalhes da investigação da ufóloga Cynthia Hind

A Investigação de John Mack
Conheça os detalhes da investigação do ufólogo John Mack

A Investigação de Michael Hesemann
Conheça os detalhes da investigação do ufólogo Michael Hesemann


Galeria de Imagens do Caso
Fotografias, desenhos e croquis, relativos ao caso.

Comentários (1)

Você está revendo: O Caso da Escola Ariel
Sort
5/5 (1)
FacebookGoogle+Twitter
Gravatar
Full StarFull StarFull StarFull StarFull Star
Rose rago (São Paulo, Brazil) diz...
Não tem como contestar, os desenhos feitos pelas crianças....falam tudo!
18 August 2016 17.26
Página 1 de 1

Adicionar Comentário

* Informação requerida
(não será publicado)
 
Bold Italic Underline Strike Superscript Subscript Code PHP Quote Line Bullet Numeric Link Email Image Video
 
Smile Sad Huh Laugh Mad Tongue Crying Grin Wink Scared Cool Sleep Blush Unsure Shocked
 
3000
 
Notifique-me de novos comentários via email.